segunda-feira, junho 28, 2004

abraço (morango)

brilhas cá dentro de mim
e eu sinto o teu calor
abraças-me, somos um
e nos teus braços de amor
abandono-me sem ver
que os teus olhos são azuis
e a tua boca o morango
que me apetece comer

domingo, junho 27, 2004

redondo vocábulo

era um redondo vocábulo
uma soma agreste
revelavam-se ondas
em maninhos dedos
polpas seus cabelos
resíduos de lar

pelos degraus de Laura
a tinta caía no móvel vazio
convocando farpas
chamando o telefone
matando baratas
a fúria crescia
clamando vingança
nos degraus de Laura, no quarto das danças

na rua os meninos brincavam
e Laura na sala de espera
‘inda o ar educa

José Afonso

sábado, junho 26, 2004